Qual é o melhor negócio

QUAL É O MELHOR NEGÓCIO DE NETWORK MARKETING?
O que vemos hoje são muitas pessoas falando de NETWORK MARKETING, vários “especialistas” que nem trocaram as fraldas dando uma de técnico de futebol.
Empresas surgindo a todo momento. NETWORK MARKETING virou uma febre. Isso depois de 2013 com o surgimento de muitas pirâmides, que vieram na esteira da Telexfree e BBom. Apesar de sabermos que aquilo tudo não era NETWORK MARKETING, as pessoas acham que é. Confundem NETWORK MARKETING com cadastrar muitas pessoas e terem um bônus legal. Mas vamos aos fatos.
Primeiro NETWORK MARKETING não é colocar muitas pessoas e pronto, tudo vai acontecer. NETWORK MARKETING é divulgação e desenvolvimento de pessoas. Para se desenvolver pessoas é necessário cadastrá-las primeiro. Isso significa que cadastrar é o começo do trabalho e não o fim.
Uma empresa estar faturando muito não significa necessariamente que ela é a melhor para se trabalhar. Sabe qual é o termômetro que mede isso? Não é o líder e nem o consultor. São os clientes. Quanto mais clientes satisfeitos a empresa tem, mais precisamos de consultores e líderes. Esse é o caminho certo para ver se é ou não uma boa oportunidade e não o contrário.
O que vemos hoje são empresas que tem líderes que nem concordam com a ativação mensal, ou seja, nem eles gostam do próprio produto que trabalham. Esses líderes são excelentes recrutadores e levam muitas pessoas para o negócio que desenvolvem. Isso acarreta um volume alto, mas de compras e não de vendas. Não existem ou existem pouquíssimos clientes fora da rede. Isso não se sustenta e acaba desmoronando. Já vi isso muitas vezes.

Empresas que não tem diferencial e criam planos de compensação mirabolantes para ter esse diferencial. Planos que os mais experientes identificam rápido que não se sustentam, mas sobrevivem com pessoas entrando. Por um tempo. Tem prazo de validade. Alguns pequenos e outros um pouco maior. E, dependendo de quem esteja a frente, pode ter uma sobrevida maior e até confundir os mais experientes. Mas o final já conhecemos. É certo!

Querem ver se é verdade? Se alguém for falar de negócios pra vcs, peçam pra mostrarem primeiro os produtos. Vou dizer qual será a resposta deles. Dirão assim: Não vim falar de produtos, vim falar de negócios, de ganhar dinheiro. Isso porque eles não tem produtos que encantem e até evitam de falar. Mas, lembrando o início desse texto, se os produtos não forem o foco, significa que temos poucos clientes e isso significa a insustentabilidade da empresa. Quem mantém a empresa é o cliente.

Agora conosco é diferente. Temos orgulho de mostrarmos nossos produtos, de falarmos dos prêmios que eles ganharam e estão ganhando, de usarmos. E se temos excelentes produtos, temos clientes satisfeitos que vão comprar sempre nossos produtos, ou seja, temos sustentabilidade. O que falta é mais força na divulgação, mais pessoas que mostrem o plano. Talvez falte mais profissionalismo e comprometimento.

Quem faz pirâmides tem muito mais compromisso com o negócio deles do que a maioria das pessoas que estão em empresas sérias e sustentáveis. Quem faz pirâmides ou empresas insustentáveis não faltam aos eventos, são bons em quase todos os pilares. São profissionais. Se estivessem aqui trariam muitas pessoas e teriam muito sucesso.

Fiz uma conferência on line nesses dias para ensinar a desenvolver esse negócio. Tivemos 15 pessoas na sala. Você vê qualquer conferência de uma pirâmide, tem 200 ou mais pessoas na sala.
Temos os melhores produtos nas mãos, temos incentivos, temos um excelente plano de compensação, temos a maior oportunidade de nossas vidas. O que falta pra explodirmos nos nesse negócio? Eu sei! Compromisso. Empenho.

Desejo ardente de vencer. Coragem pra enfrentar os desafios. Ouvir os líderes experientes.
As pessoas que crescem sempre são as que frequentam os sistemas de treinamentos. Não tem como crescer sem isso. Muitos insistem em achar que vão crescer sem isso. Acreditem, não crescem aqui e nem em lugar algum. Podem até construir um resultado rápido, mas caem na mesma velocidade.

O normal é culpar a empresa, culpar o patrocinador, culpar todos menos admitir que o erro está em si próprio.
Tenho 24 anos nesse mercado. Já vi muita coisa. Tive experiências muito boas e muito ruins. As boas eu uso para crescer, as ruins uso para não cair e ajudar as pessoas a não caírem. Nem todos escutam e quebram a cara.
Acreditem. Quem não conseguir crescer na L’Bel, pode voltar a acreditar no tradicional, no INSS, porque não conseguirá crescer em nenhuma empresa. A não ser que faça tudo o que não fazia aqui. Ir aos eventos, assistir às conferências, falar com pessoas, mostrar o plano e produtos. Se fizer isso aqui, ninguém segura. Negociem com isso é jamais terão sucesso.

Temos os melhores produtos, a maior oportunidade de nossas vidas, somos pioneiros de uma multinacional poderosa e temos inúmeros clientes satisfeitos.
Vamos fazer história. Nunca é tarde pra começar. Talvez se cadastraram há 2, 3 ou 10 meses. Talvez a anos. Não importa. Se cadastrar não é o mesmo que começar. Talvez até pensem que começaram, mas se não fizeram tudo o que citei, ainda não começaram. Então. A hora é agora. Comecem hoje mesmo e tenham muito sucesso.

NÃO É CONSULTOR LBEL?CLIQUE AQUI PARA COMEÇAR AGORA!

Deixe uma resposta